Atleta da Natural Extremo quebra recorde do Guiness ao atravessar cratera de vulcão ativo

O atleta de Slackline da Natural Extremo Rafael Bridi atravessou os 260 metros

Direitos Autorais One Inch Dreams

Recordista mundial de slackline, Rafael Bridi acaba de obter uma nova conquista em sua carreira, atravessando a cratera do vulcão Yasur. Em meio às selvas de Vanuatu, na Oceania, conquista mais um Guinness Record. O desafio do Lavaline foi realizado utilizando uma fita de apenas 2,5 centímetros de largura, em um caminho de 261 metros. O atleta brasileiro foi seguido por seu colega Alexander Schultz, natural da Alemanha. O resultado dessa aventura poderá ser conferido no documentário LavaLine, ainda em produção pela produtora alemã One Inch Dreams, com previsão de lançamento para o início do próximo semestre.

Direitos Autorais One Inch Dreams

O Yasur é considerado um dos vulcões mais ativos do mundo, com alguns estudos apontando o seu tempo provável de atividade para além de 800 anos. Conta-se que o brilho do vulcão atraiu o explorador britânico James Cook à ilha de Tanna, em Vanuatu, em 1774, tendo sido monitorado de perto desde então, considerado imprevisível devido às suas frequentes erupções e bombas de lava que ocorrem há mais de um século.

Direitos Autorais One Inch Dreams

Quarentena nas selvas de Vanuatu

Com as filmagens iniciadas em março, a equipe da One Inch Dreams acompanhou Rafael Bridi, Alexander Schulz e seu pai até a ilha vulcânica de Tanna, no Pacífico Sul. Os Schulz já sonhavam com esse desafio há muito tempo, e a participação de Rafael foi essencial para esse sonho ser concretizado. O projeto conseguiu ser bem sucedido em meio à diversos obstáculos e adversidades, como a lava, lançada a uma altura de 400 metros, e a altíssima temperatura do local, somados ao ácido sulfúrico expelido pelo monte, que ameaçava danificar o material da fita de slackline.

A produção do documentário foi duramente impactada, não somente pela crise oriunda do novo coronavírus, como também pelo ciclone Harold, que causou destruições generalizadas no arquipélago de Vanuatu, além das Ilhas Salomão, Fiji e Tonga. O governo declarou estado de emergência, levando Tanna a fechar todo o comércio e suspendendo a logística de abastecimento da ilha, deixando a equipe confinada em uma pequena vila aos pés do vulcão por tempo indeterminado, em meio à quarentena.

O alemão Johannes Olszewski, diretor e produtor da LavaLine, ficou impressionado com essa experiência no Pacífico. “Eu não sabia que lugares intocados como esse ainda existem. A hospitalidade incrível e rica cultura me impactaram. Em tempos de crise e incerteza global, é quase uma benção estar preso em um paraíso”, declara. O documentário, de 45 minutos, está atualmente em pós-produção e está programado para estrear no segundo semestre de 2020.

O projeto foi produzido com o apoio internacional Casio, Blackmagic Design, EVOC, Stubai Bergsport, Balance Community, Quadratkollektiv, Cooke Optics, Lacie, Ledlenser, Fujifilm, DJI, Michael Radeck – flyingshots, Bebob, Archiware

Acompanhe tudo sobre o LAVALINE nesta página.

Direitos Autorais One Inch Dreams

Últimas postagens

Toda aventura conta!

Tudo o que constrói nosso conhecimento, personalidade, relações e instinto nasceu em descobertas que fizemos ao longo da vida.

Leia mais

Receba novidades exclusivas sobre nossas experiências e projetos especiais.

.

Assessoria de imprensa

rafael@koicomunicacao.com.br
+55 (48) 9 9629-0991
sergio@koicomunicacao.com.br
+55 (47) 9 9903-0222

Escritório Natural Extremo:

Travessa 7, 1607, Pantanal, Florianópolis – Santa Catarina